Ácido Azelaico: indicações terapêuticas e como usar!

Hoje vou falar do ácido azelaico. O ácido azelaico em Portugal e no Brasil é considerado medicamento, enquanto que em outros países como os Estados Unidos pode estar presente em cosméticos.

Em Portugal, o ácido azelaico está disponível a 15% no Finacea, da Bayer e no Skinoren, da Berlimed a 20%. O Finacea é um medicamento sujeito a receita médica, não comparticipado e o Skinoren é um medicamento não sujeito a receita médica [Não, não me enganei, o mais concentrado é que não é sujeito a receita médica. E isso, num resumo muito simplista, está relacionado com as indicações terapêuticas que a marca pediu quando pediu a aprovação do medicamento]. No Brasil, o nome comercial é Azelan, da Bayer, e existe a 15% e a 20% e ambos são sujeitos a receita médica. O ácido azelaico está presente também no Sesdermerma Azelac RU [39,20€], que é um cosmético.

O ácido azelaico a 15% está aprovado em Portugal e no Brasil para o tratamento da acne e para o tratamento da rosácea.

O ácido azelaico a 20% só está aprovado em Portugal e no Brasil para o tratamento do acne. Por isso, é que não é sujeito a receita médica.

No entanto, os vários mecanismos de ação do ácido azelaico que ainda não são totalmente conhecidos fazem com que tenha outros benefícios.

O ácido azelaico tem um efeito anti-oxidante [pois capta radicais livres] e anti-inflamatório na rosácea. Além disso, inibe a tirosinase, [a tirosinase é que leva à produção de melanina], interferindo com a produção excessiva de melanina, que causa manchas e melasma. Além disso, impede o espessamento excessivo da pele e tem efeito antibacteriano, o que o torna eficaz no tratamento do acne.

Os estudos clínicos demonstram que o ácido azelaico é eficaz a reduzir a vermelhidão e as lesões inflamatórias. Além disso, melhora a textura da pele, com a utilização contínua. Por estes efeitos, porque uma pele envelhecida tem uma inflamação crónica, e pelo seu efeito antioxidante e anti-manchas , também existem cada vez mais estudos que dão conta que é um ácido com efeitos anti-envelhecimento.

O ácido azelaico tem um perfil baixo de efeitos adversos, sendo a irritação, descamação os mais reportados. O que o torna uma excelente alternativa para quem não tolera, por exemplo, o ácido retinóico. Pode ser usado em grávidas, com a devida precaução e sempre por indicação médica.

Dicas para quem está a iniciar o tratamento com ácido azelaico!
  1. O ácido azelaico normalmente é aplicado 2x por dia, no entanto, uma aplicação diária parece ser igualmente eficaz.
  2. Esperar alguns minutos antes de aplicar outro produto por cima, de modo a evitar incompatibilidades.
  3. O uso de protetor solar com SPF alto é indispensável. Pode ser usado todo o ano.
  4. Em caso de efeitos adversos, aplicar apenas à noite e reforçar a hidratação.
  5. Evitar o uso de esfoliantes agressivos e desmaquilhantes e tónicos com álcool quando se usa este ácido.
  6. Os resultados começam a ser visíveis após 4 semanas, e vão sendo cada vez melhores ao longo dos meses.
  7. Se ao fim de dois meses, não existirem resultados, deve-se descontinuar o tratamento e outras alternativas terapêuticas devem ser procuradas.

[Muitas vezes, pedem-me alternativas mais económicas aos cosméticos que vou falando. Eu tento falar só dos cosméticos que sei que são realmente eficazes, mas muitas vezes o preço pode dissuadir algumas pessoas. E também me pedem alternativas aos cosméticos, para aqueles casos em que nada resulta. Tanto para o acne, como para a rosácea, como para o anti-envelhecimento existem medicamentos mais eficazes que os cosméticos, e a preços mais económicos. Falem com um médico, idealmente com um dermatologista ou então com o vosso médico de família e aconselhem-se com ele e refiram os vossos problemas e ponham as vossas dúvidas. É o melhor conselho que vos posso dar para bons resultados.]

Finacea, Ácido Azelaico a 15%, 30g [11,35€] e 50g [16,37€]. Medicamento sujeito a receita médica. Comparticipação: 0%. Em caso de dúvida, consulte o seu médico ou aconselhe-se com o seu farmacêutico.

Skinoren, Ácido Azelaico a 20% 50g. PVP médio 15,90€ [não tem preço fixo]. Medicamento não sujeito a receita médica.  Em caso de dúvida, consulte o seu médico ou aconselhe-se com o seu farmacêutico.

13 thoughts on “Ácido Azelaico: indicações terapêuticas e como usar!

  1. Olá, Andreia! Cheguei aqui pelo Pedro do Cosmeasia!

    Como você incluiria ácido azelaico em uma rotina noturna que já tenha tretinoína a .05%?

    Abs

    Paula

    • Olá Paula! 🙂
      E espero que tenha gostado do que encontrou.
      Eu usaria o ácido azelaico uma noite, e na outra a tretinoína. Assim, os resultados são melhorados e evita-se incompatibilidades se usados simultaneamente.
      Beijinho

  2. Olá Andreia,

    Gostaria de saber a sua opinião acerca dos séruns de ácido azelaico e mandélico da Sesderma? Concretamente, se, na sua experiência, são eficientes como cuidados despigmentantes.

    Obrigada!!

    • Olá Catarina!
      Estou a preparar um post sobre o ácido mandélico, que como o azelaico tem propriedades fantásticas.
      E ambos têm ação despigmentante comprovada por muitos estudos científicos. Se ao fim de dois meses não existissem resultados, aí sim teria que se repensar o aconselhamento. Eu uso ácido azelaico como despigmentante.
      Os séruns da Sesderma da minha experiência têm uma composição muito boa e estão muito bem formulados. Aliás, eu tenho curiosidade em experimentar o Mandelac Sérum!

      • Muito obrigada pela resposta 🙂 Descobri o blog esta semana e estou muito impressionada, as recomendações de produtos são extraordinárias, muito terra a terra e focadas nos resultados! Continuação de bom trabalho!!

      • Olá Catarina! O que se quer são resultados e produtos que realmente funcionam! Obrigada pelas simpáticas palavras, é isso que me motiva!

  3. olá! gostaria que me aconselhasses um sérum ou pomada mas as cicatrizes de acne, tenho 29 anos e estou com algum acne e tenho já marcas antigas de acne o que me deixa a pele um pouco irregular na zona do queixo que é a zona que tenho acne, estou a usar o effaclar duo, mas gostava de algo para as cicatrizes, estava a pensar em comprar o redermic r ou algum sérum com acido glicólico ou a pomada mederma, mas não sei o que de dará mais resultados para esse efeito.

    • Olá Bruna. Se tens ainda algum acne, eu aconselharia o Redermic R, à noite, pois ajuda a controlar o acne existente e a melhorar as marcas. No entanto, o que é mais adequado é veres um dermatologista, porque as manchas de acne, muitas vezes só desaparecem com laser.

  4. Oi Paula! Acabei de descobrir o blog e estou amando tudo isso! Faz um tempinho que estou pensando em inserir o ácido azelaico na minha rotina (estou passando por um episódio de acne), e queria saber se ele reage negativamente com Vitamina C pura (active C 10 – uso na rotina diurna) ou com o retinol (Liftactiv retinol HA – rotina noturna). Assim decido em qual parte do dia inserir o tratamento com o acido azelaico 🙂

    • Eu sou Andreia mesmo, não Paula! 😉 para pôr de manhã, terá que esperar meia hora entre a aplicação de vitamina C e o ácido azelaico e o ácido azelaico não deve ser misturado com retinol. Por isso, o que lhe aconselho é alternar. Numa noite usar retinol, noutra ácido azelaico para ser mais fácil!

      • Mil perdões, que vergonha! Estava lendo os comentários e o nome da Paula que comentou ficou na minha cabeça. Desculpa mesmo. Comecei a alternar o retinol e o ácido azelaico, veremos os resultados. Muito obrigada pela ajuda 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s