Filtros Físicos, Protetores Solares Minerais. O que são? A quem se destinam?

A maioria dos protetores solares existentes no mercado combinam filtros físicos e químicos, ou têm exclusivamente filtros químicos. Os filtros físicos foram durante muitos anos reservados para quem fazia alergia aos filtros químicos, devido a deixarem a pele branca ou opaca e terem uma cosmeticidade muito fraca. No entanto, nos últimos anos foram criadas fórmulas mais agradáveis cosmeticamente, com filtros físicos em nanopartículas, que se espalham melhor e não deixam a pele branca, logo, neste momento são uma excelente opção para muitas pessoas, pela sua excelente cosmeticidade e pelas suas grandes vantagens!

Quem deve usar Filtros Físicos ou Protetores Minerais?

  • Crianças com idade inferior a 2 anos, pois como a barreira cutânea ainda é imatura, os filtros químicos podem ter uma ação mais reduzida.
  • Pessoas que fazem alergias aos filtros químicos.
  • Pessoas com pele muito reactiva, atópica ou intolerante.
  • Grávidas.
  • Pessoas com melasma ou com tendência a manchas de pigmentação.
  • Após tratamentos dermatológicos como peelings ou lasers.
  • Doentes Oncológicos.

Podem ser usados em todos os tipos de pele, oleosas, mistas e secas. [Aliás, se forem produtos bons, até deixam a pele oleosa a mista matificada!] Quem tem rosácea, acne pode também usar sem problemas.

Como atuam? São partículas derivadas de metais, que actuam refletindo ou dispersando os raios solares.

Os protetores solares com filtros físicos como o dióxido de titânio e óxido de zinco [os mais usados] demonstraram ser altamente eficazes a proteger da radiação visível, ultravioleta e também infravermelha. Para além disso, são foto-estáveis e não reagem com outros compostos. Não penetram no estrato córneo da pele, logo, não têm ação sistémica. Dióxido de Titânio

O dióxido de titânio é um filtro que protege contra os UVB e UVA II, mas não protege contra os UVA I.

Óxido de Zinco

O óxido de zinco é também um filtro físico presente na maioria dos protetores solares físicos ou minerais. Pela sua segurança, por ser fotoestável e não reactivo. E apesar de não ser tão eficiente na proteção dos UVB como o dióxido de titânio, protege eficazmente contra os UVAI e UVAII. Por isso, é que normalmente, os filtros minerais contêm dióxido de titânio e óxido de zinco, pela sua ação complementar.

Protetores Minerais

1. Isdin Fusion Fluid Mineral 50+ [18€]. Com dióxido de titânio e óxido de zinco. A textura é muito fluida. Espalha-se facilmente e é muito bem absorvido pela pele. Não deixa a pele oleosa ou com brilhos, apesar de não ter ingredientes matificantes. Deve ser agitado antes de aplicar. Indicado para o rosto e para uma proteção diária.

2. Bioderma Photoderm Mineral 50+ Spray [18€]. Com dióxido de titânio e óxido de zinco. Espalha-se facilmente e é muito bem absorvido pela pele. Não deixa a pele oleosa. Deve ser agitado antes de aplicar. Mais adequado para o corpo.
3. Skinceuticals Sheer Mineral UV Defense 50+ [34,80€]. Com dióxido de titânio, óxido de Zinco e Artemia Salina. Um fluido leve, que se espalha muito bem e levemente matificante. Contém um derivado natural de Artemia Salina. Este extrato aumenta as defesas naturais da pele e a sua resistência aos UV e ao calor. Protege contra a destruição do colagénio. Indicado para o rosto e para uma proteção diária.

Dicas!

Reaplicar após o banho e de 3h em 3h se estivermos expostos diretamente ao sol.
Não é necessário esperar meia hora para que comece a fazer efeito, como os protetores químicos. Como funciona por ação física, o efeito é imediato.
A dose correta de protetor solar é 2 mg/cm2 segundo as recomendações da Colipa [Associação Europeia de Cosméticos] que corresponde a uma colher de chá no rosto e 6 colheres de chá no corpo inteiro.

Mini Spa! Cura de Beleza em Casa!

Muitos de nós estamos de férias. E é tempo de relaxar, de estar com a família, de aproveitar para fazer aquelas pequenas coisas para as quais não temos tempo no dia-a-dia.

E porque não dar um miminho especial à nossa pele?
E isso pode ser facilmente feito em casa! Basta umas horinhas para se fazer um Spa em casa! Vou dar exemplo de alguns produtos que podem ser usados para fazer um Mini-Spa, apesar de cada pessoa poder fazer o seu personalizado! Afinal, muitos de nós temos produtos que por falta de tempo, acabamos por não usar. Que tal, ir à procura deles e usá-los nestes miminhos?

Day Spa
 

1. Aplicar um óleo no cabelo ou uma máscara nutritiva. Repartir bem    por todo o cabelo e colocar uma toalha húmida quente e deixar actuar. O calor leva a que os activos penetrem melhor.

2. Aplicar uma camada generosa de creme de pés e colocar umas meias de algodão. Gosto especialmente do Ureadin Podos Gel Oil, pois por ter uma textura em gel, absorve rapidamente e tem uma das melhores fórmulas do mercado [14,70€].

3. Limpar a pele e fazer um peeling suave. A máscara Vinoperfect Peeling Enzimática da Caudalie [24€] é um exemplo de um produto que faz um peeling suave e que é adequada até para as peles mais sensíveis, incluindo quem tem rosácea. Fecha os poros e dá luminosidade à pele. Deixar actuar 10 minutos.

4. Fazer uma máscara purificante no caso das peles oleosas. Para quem tiver a pele mista [oleosa na zona T e normal ou sensível no resto do rosto] fazer a máscara purificante apenas na zona T, nariz, testa e queixo. Por exemplo, usar a Máscara Purificante da Caudalie [20€] ou uma simples máscara de argila verde.
Quem tiver a pele seca ou desidratada deve fazer uma máscara hidratante, como a Vichy Aqualia Termal Spa Night [29€], que contém ácido hialurónico e por ser muito leve e fresca pode ser usada mesmo em peles normais a mistas. Para quem quiser um efeito anti-rugas e lifting instantâneo,  uma máscara anti-envelhecimento é a solução. Uma das minhas preferidas é a Biocyte Mask, e pelos vistos também preferida de muitas atrizes de Hollywood, para usar antes de um acontecimento especial!

5. Tomar um banho de imersão e esfoliar o corpo.

6. Aplicar um creme drenante após o banho nas zonas mais propícias a celulite e retenção de líquidos e um creme hidratante no resto do corpo. O meu creme preferido drenante e anti-celulite é o da Shiseido Advanced Body Creator [61€]. Com cafeína, extrato de um fungo asiático e extrato de espinheiro e toranja. Dá um efeito frio no momento da aplicação.

Aproveitem para cuidar de vocês, corpo e mente! Haverá melhor forma de começar 2015 do que a sentir-nos bem na nossa pele?
Boas Festas e tudo de bom!

O que o Yoga me ensinou.

O Yoga é uma das coisas que eu mais adoro. Sou uma apaixonada pelo exercício, no geral, mas o Yoga tem-me ensinado muito e ver todos os progressos que tenho feito nos últimos tempos, entusiasma-me e faz-me querer muito mais. Começou por um mero exercício e entretanto tornou-se uma filosofia de vida. E como principiante, quero continuar a melhorar, aperfeiçoar e ser cada vez melhor. Hoje vou partilhar com vocês alguns ensinamentos que aprendi com a prática de Yoga.

  1. Nem todo o Karma é controlável. Existem acontecimentos na nossa vida maus, terríveis, que não podemos alterar e que não dependem das nossas acções. Simplesmente, tinham que acontecer.
  2. Tratar do físico, do corpo não nos torna fúteis. O que nos torna fúteis, é apenas tratarmos do corpo e esquecermos o resto.
  3. O Mundo fadiga, cansa, quem ainda não se aprendeu a defender. E o Yoga é uma excelente forma de eliminar a fadiga e de ganharmos defesas, uma carapaça que nos proteja e que nos torne mais fortes.
  4. O ódio, o ressentimento, a inveja levam a reações nervosas e hormonais  que são semelhantes à que o corpo sofre quando está com uma infeção. [ Portanto, afastem-se das pessoas que vivem nesse mundo. Como dizia, a Madre Teresa de Calcutá “Onde não puderes amar, não te demores.” ]
  5. A nossa prática de yoga envolve uma transformação do nosso sistema: corpo, energia, emoções, inteligência e espírito. E tem de partir de nós. Porque é [parece!] fácil realizar as ásanas, posturas e esquecer o resto. O yoga não é apenas uma ginástica, é muito mais que isso. Os benefícios do yoga conseguem-se trabalhando o corpo e também a mente. Trabalhar o corpo é uma forma de trabalhar a mente.Um colchão, um sítio bem arejado são suficientes para a prática de Yoga. O meu sítio preferido para praticar é a praia, mas onde eu pratico com frequência é mesmo no ginásio ou em casa. Tenho aprendido novas posturas fantásticas e que nunca pensei conseguir fazer. Aprendi a respirar da forma correcta e continuo a aprender tantas coisas, que o Yoga, neste momento da minha vida, em que apenas respirar é imenso, tem-se tornado um caminho que não quero deixar de percorrer. E hoje, como em muitos outros dias, é dia de Yoga.

Produtos que não dispenso e que não se vendem em Portugal!

Fall Must Haves

Hoje vou falar de três produtos que adoro e que não dispenso. O que têm em comum estes produtos? Infelizmente, não se vendem em Portugal. Pois é.  Nós em Portugal, não nos podemos queixar verdadeiramente porque, comparativamente com outros países como o Brasil, temos acesso a quase tudo o que existe no mercado. No entanto, há sempre alguns produtos que nos escapam e que têm um lugar especial no nosso coração ou melhor, na nossa rotina de beleza. Aqui estão os meus!

1.  Lee Stafford DeHumidifier. Comprei este produto pela primeira vez na Boots do Aeroporto de Heathrow enquanto fazia tempo para voltar para Lisboa. Tinha 5 libras que não tinha gasto e decidi experimentar este produto. Não tinha muitas expectativas, porque o meu cabelo tem jeitos e é grosso e quando o estico e apanha humidade, fica todo encaracolado. E dos produtos que experimentei até agora, anti-frizz, liso extremo, etc. é o único que funciona! Parece uma laca, que se pulveriza à distância de um braço. Uso depois de alisar o cabelo ou depois de secar o cabelo antes de sair de casa, antes de me deitar, para um cabelo bonito e sem frizzar. Não deixa o cabelo oleoso, é super leve e os efeitos são fantásticos! E em dias de chuva, é a minha única salvação! Como não se vende em Portugal, sempre que a minha irmã vai a Londres a um congresso peço-lhe, porque já não consigo viver sem este produto!

2.  La Roche-Posay Serozinc. Conheci este produto quando fui visitar as Termas da La Roche-Posay. [Ai saudades, saudades!] A  minha guia que me mostrou a fábrica disse-me maravilhas deste produto e a maquilhadora da La Roche-Posay também. Portanto, qual é a primeira coisa que eu comprei na farmácia desta pequena e maravilhosa vila? Exatamente, o Serozinc, visto que não é vendido em Portugal. Uso-o como tónico, pois é uma água termal com sulfato de zinco, que apazigua irritações, a vermelhidão e ajuda a prevenir o aparecimento de borbulhas. Fantástico também para aplicar após a barba, nos homens que ficam com a pele bastante sensível e irritada. Vende-se em alguns países europeus como a França, Bélgica [na parte francesa e bem mais caro!].

3. Vicktor&Rolf Flowerbomb Voluptuous Body Cream Bomblicious. Este creme é mesmo uma delícia. Viciante, voluptuoso, cremoso. Ideal para o Inverno, devido ao seu perfume intenso e rico. Excelente para melhorar o humor, pois faz-nos sentir sexy e fantásticas nem que seja para ficar a ver séries no sofá de pijama polar vestido. [A sério!] E para seduzir alguém então é um must! A roupa fica impregnada deste aroma fantástico. Infelizmente, já não existe em Portugal. Portanto, a solução é usar o Flowerbomb Body Lotion Bomblicious, que é mais fluido e não tão rico. Já tenho um para quando esta maravilha terminar! E vocês, têm alguns produtos que usam, adoram e que não conseguem encontrar no país?

Como evitar e curar uma ressaca!

Hoje vamos falar de álcool. Eu por norma, não bebo bebidas alcóolicas, exceto em raras ocasiões, em que sou capaz de beber um copo de vinho a uma refeição, uma taça de champanhe num brinde, mas nunca mais do que isso. E isto acontece muito raramente. É uma forma de estar, que vai de acordo ao meu estilo de vida.

No entanto, tenho umas dicas que vou partilhar convosco para aquelas noites em que se bebe em demasia, de modo a evitarem uma ressaca! São dicas que vou partilhando com os meus amigos e hoje decidi organizar num artigo aqui no blog.

  1. Nunca beber de estômago vazio. Eu sei que é óbvio, mas muitas pessoas continuam a cometer este erro. O álcool entra assim rapidamente na corrente sanguínea e facilmente se sentem os efeitos do álcool. Portanto, não beber sem comer!
  2. Escolher bebidas de boa qualidade. Vinhos de colheitas superiores, champanhe, boas cervejas levam a ressacas mais ligeiras do que bebidas de qualidade inferior.
  3. Numa ocasião que se saiba previamente que se vai beber em excesso, tomar um suplemento que ajude a desintoxicar o fígado. Pode ser algo do género do Guronsan ou usar carvão activado, zinco, vitaminas B e cardo mariano, porque ajudam o fígado a eliminar as toxinas. Para melhores efeitos tomar antes de começar a beber. Vão ver que a ressaca vai ser muito mais ligeira!
  4. Hidratar. Um organismo bem hidratado tem mais facilidade a eliminar toxinas. Por isso, hidratar antes como depois é essencial para ajudar o corpo a recuperar!
  5. Não beber em demasia dois dias de seguida. O organismo necessita de algum tempo para recuperar, e para eliminar todos os metabolitos e toxinas do álcool, por isso, a pior coisa a fazer quando o organismo está desintoxicar é voltar a intoxicá-lo.
  6. Ajudar o organismo a desintoxicar. Beber água com limão na manhã seguinte é uma forma de ajudar a eliminar toxinas, bem como o uso de substâncias desintoxicantes do fígado como cardo mariano e dente de leão. [No outro dia, a uns amigos que estavam de ressaca da noite anterior e que sentiam nauseados, fiz-lhes um sumo com spirulina para ajudar na desintoxicação e eles pouco depois sentiam-se muito melhor!]

CelluBlue. O inimigo da Celulite!

IMG_5019

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Eu recebi um convite para experimentar o novo CelluBlue, o copo anti-celulítico. Obviamente, disse que sim. Eu sou aquela que vai carregada com os cremes anti-celulíticos para o ginásio. Sou a que uso borras de café como esfoliante para estimular a circulação. Portanto, não podia recusar!

O que é o CelluBlue?

O CelluBlue é um copo de sucção que reproduz uma massagem a vácuo.  É feito de silicone e limpa-se facilmente passando por água.
Por ser uma ventosa, permite desencadear a lipólise, e activar e optimizar as circulações venosa e linfática. A pele é reafirmada gradualmente e a pele fica mais lisa e a celulite menos visível.

Como usar?

  • Primeiro, aplicar uma loção na zona escolhida, visto que o CelluBlue não desliza, na pele seca. A zona escolhida para tratar pode ser as nádegas, barriga, pernas. [Eu pessoalmente, em vez de de uma loção hidratante, aplico um creme anti-celulítico, para melhores resultados].
  • Pressionar firmemente a parte lateral do CelluBlue e colocar sem largar na pele. Soltá-lo lentamente, que fica agarrado à pele.
  • Movê-lo de baixo para cima durante 3 minutos. Por exemplo para quem estiver a usá-lo nas pernas, começa no joelho e quando chegar à virilha, levante-o e comece de novo no joelho e, depois, da esquerda para a direita durante 1 minuto.
  • Acabar com movimentos circulares por 1 minuto, sempre no sentido ascendente, de baixo para cima.
  • Para obter bons resultados, cada área necessita de, pelo menos, 5 minutos de massagem.
  • É usual a pele ficar vermelha devido à sucção, e ao aumento da circulação na zona, mas a vermelhidão desaparece em poucos minutos.
  • Se surgirem alguns pequenos hematomas, reduzam a sucção durante a massagem.

Quem não deve usar o CelluBlue?

  • Diabéticos, pessoas com problemas circulatórios ou dermatológicos não devem usar o CelluBlue.
  • Pessoas a tomar anti-coagulantes orais como clopidogrel, varfarina, não devem usar o CelluBlue.
  • Pessoas que tenham nas zonas a tratar com o CelluBlue, feridas ou outros problemas dermatológicos.

Dicas!

  • Beber meio litro de água, na hora seguinte a usar o CelluBlue, para obter melhores resultados.
  • Usar todos os dias!
  • Mais dicas para o combate da celulite aqui.

A minha opinião! 

Estou a adorar usar o Cellublue. A massagem que faço com os dedos,  não chega aos calcanhares da massagem feita com o CelluBlue. Se é um excelente complemento dos cremes? Sim, principalmente porque se forem anti-celulíticos aumentam a sua penetração, aumentando o seu efeito.
Como é óbvio, existem muitas mulheres que não têm paciência para fazer uma massagem durante 5 minutos e manterem esse ritual.
Eu como adoro besuntar-me, não tenho problemas com isso! Agora é esperar por um mês a usar o CelluBlue para ver resultados!

Para quem perguntou e eu esqueci-me de mencionar o CelluBlue, vende-se online no site da marca e custa 18,90€!

Após a praia. Como cuidar da pele?

Para a maioria das pessoas, as férias já lá vão. E os dias passados ao sol também. Portanto, esta é a altura ideal para reparar os danos do Verão. Porque mesmo tendo cuidados, o bronzeado é uma resposta à estimulação dos melanócitos pelos raios UV, que leva à produção de melanina pelo nosso corpo. E é essa melanina que nos dá o tom bronzeado. O problema é que a deposição de melanina na superfície da pele muitas vezes não é uniforme, levando à formação de manchas. Além disso, com a exposição solar e com a água salgada dos dias de praia ou a água com cloro dos dias passados na piscina a pele fica mais seca, desidratada. Portanto como reparar a pele?

Perfect Skin
 
 

Manchas

Usar produtos despigmentantes para diminuir a aparência das manchas. Peelings e lasers também são excelentes opções, mas devem ser feitos no Outono, quando o índice UV já é menor e não estamos tão expostos ao sol. Exemplos de produtos despigmentantes são o PigmentClar Sérum, o NeoRetin e o Vinoperfect Sérum. Usar no mínimo durante 3 meses.

Pele seca e desidratada

Insistir na hidratação. Os produtos pós-solares têm a vantagem de serem reparadores e muito fluidos e frescos ideais para os dias ainda quentes. Para casos mais severos de pele seca e desidratada, produtos com ureia são o ideal, porque além de hidratarem, removem as escamas da pele, melhorando eficazmente a aparência da pele. Como exemplo de excelentes hidratantes com ureia, temos o La Roche-Posay Lipikar Urea e o Ureadin RX Plus 10.

Calcanhares gretados e grossos

No Verão, temos tendência a que a pele dos calcanhares se torne mais dura. Pelo tipo de sapato que usamos, pelo facto de não usarmos meias, a pele dos calcanhares torna-se mais grossa. As limas reduzem o aspecto, mas pelo atrito que produzem na pele, estimulam a produção de mais células, o que acaba por ser contra producente. Os cremes com ureia em alta concentração ou ácido salicilico refinam o grão da pele e tornam os calcanhares mais macios e suaves. Como exemplo, de óptimos cremes para os pés temos o Ureadin Pés Gel Óleo e o La Roche-Posay Podologics, com resultados visíveis rapidamente.

Triclosan: um perigo escondido?

Ontem acordámos com a notícia que a Colgate Total tinha na sua composição uma substância potencialmente cancerígena.

A substância a que se referiam era o Triclosan. Muitas pessoas, ouviram falar do triclosan ontem pela primeira vez.  O Triclosan é usado como conservante e assim reduzir a concentração bacteriana em diversos produtos como pastas de dentes, sabonetes, geles de banho e desodorizantes, bem como em tábuas de cozinha e brinquedos.

O Triclosan é permitido tanto nos EUA como na Europa. E uma pasta de dentes para ser disponibilizada no mercado europeu como americano pode apresentar a substância triclosan numa concentração máxima de 0,3%. Esse é o caso da Colgate Total e da Bexident Triclosan, tanto uma como outra estão dentro dos limites legais de triclosan. O triclosan reduz a placa bacteriana e a gengivite.

No entanto, o triclosan está a ser vigiado atentamente pelas entidades reguladoras [há alguns anos!], devido aos estudos clínicos em animais que associam o triclosan a desenvolvimento de tumores e a desregulação hormonal.

O impacto do triclosan nas pessoas não é conhecido. Nós estamos expostos diariamente  a dezenas de químicos, e não podemos dizer que foi esta ou outra substância que causou uma determinada doença. Mas, o que os estudos indicam, é que pessoas que lavam os dentes com pasta com triclosan têm 5x mais triclosan na urina das que não o fazem.

Entretanto  algumas marcas, por precaução, como a Oral-B e a Aquafresh, que tinham pastas dentífricas com triclosan, removeram-no da sua composição ao longo dos últimos anos, devido aos novos dados que surgiram.

Mas não podemos dramatizar. Se houvesse um risco comprovado, ou evidências consistentes, o triclosan não estaria no mercado. Hoje uma senhora na farmácia, levou-me a pasta de dentes, Colgate Total para saber se era desta que se falava. Quando eu lhe confirmei que sim e lhe mostrei na composição que tinha Triclosan, ela disse que ia deitá-la fora.
O que eu aconselho? Quem não tiver problemas de gengivite, por precaução, escolha uma pasta de dentes sem triclosan. Verifiquem a composição das vossas pastas, porque, apesar da polémica, não é só a Colgate Total que tem triclosan na sua composição. Alguns elixires como o Bexident Triclosan elixir, também têm esta substância, bem como sabonetes, geles de banho e desodorizantes.
Quem tiver problemas de gengivite, tem outras pastas com outras substâncias como a Clorohexidina, que são eficazes.
Porém, como as autoridades reguladoras estão a investigar a situação, devemos ter mais desenvolvimentos nos próximos tempos!

Dicas de Depilação a Laser!

Eu fiz depilação definitiva a laser. E posso dizer que foi o dinheiro mais bem gasto da minha vida. Comecei logo a fazer, quando comecei a trabalhar e passei a ter o meu dinheiro e tive excelentes resultados. Também tenho um excelente perfil para laser: pele branca e pelos escuros.
Fiz 5 sessões seguidas nas axilas, virilhas e pernas. E passado três anos, fiz 2 sessões seguidas antes da praia para eliminar alguns pelos mais teimosos. Nunca mais tive pelos encravados!

Vantagens!

  • É excelente para quem tem tendência a pelos encravados.
  • Para quem tem bastantes pelos, e principalmente se forem escuros, vai ver resultados rápidos, de sessão para sessão.

Dicas!

  1. Fazer no Inverno. A pele está mais branca e  os resultados são melhores.
  2. Não se expor ao sol antes da depilação a laser e esperar pelo menos uma semana para se voltar a expor ao sol. Usar uma proteção solar
  3. Para as mulheres que forem muito sensível à dor [e a depilação a laser dói!], evitar a altura da menstruação, pois normalmente, é uma altura em que se está mais sensível. Tomar um Ben-u-ron antes das sessões para quem for mais sensível à dor, também é uma opção.
  4. Hidratar e reparar a pele após as sessões. A pele fica vermelha, com sensação de queimadura e super sensível.
  5. Ter em atenção aos cremes/geles que vos são aconselhados nas clínicas de depilação a laser. Normalmente, aconselham gel de Aloé Vera, que vendem nas clínicas e que têm um preço muitíssimo superior aos vendidos nas farmácias ou hipermercados. Digam que têm e comprem noutro sítio, compensa muito!

Hiperpigmentação e a Exposição Solar! Cuidados a Ter!

summer

 

Um dos medos de quem tem tendência a ter manchas, é o Verão e a exposição solar.  Afinal, passa-se o ano inteiro a tentar aclarar as manchas existentes, tudo o que não se quer, é ganhar mais manchas ou que as manchas existentes escureçam.

Portanto, vou dar um exemplo, de uma rotina que pode ser usada nos dias de praia para evitar a hiperpigmentação.

Rotina  de Praia:

Usar um protetor solar com SPF 50+. Para pessoas que mesmo assim ganham manchas [é o meu caso], aconselho protetores solares com proteção ainda mais elevada. Como exemplos, temos  o Heliocare Ultra SPF90 creme [peles secas e normais] ou gel [peles mistas e acneicas] e o Isdin Fusion Fluid 100+.
Usar na pele limpa, sem qualquer produto por baixo. Reaplicar de 2 em 2 horas e sempre que se for ao banho. Usar óculos de sol e chapéu de sol. Evitar a exposição solar às horas mais perigosas, das 12h às 16h. Ter em atenção, o prazo de validade dos produtos. A maioria dos produtos depois de aberto tem entre 6 a 12 meses, portanto verificar na embalagem [é aquela imagem do boião aberto com a indicação dos meses].
Não colocar perfume, pois, são fotosensibilizantes e podem levar a alergias solares e manchas. Uma alternativa são as águas perfumadas da Roger&Gallet, que por serem menos concentradas em fragrância são  uma opção para quem não dispensa um aroma mesmo na praia. No entanto, quem tem tendência a alergias e a manchas, não deve usar fragrâncias durante a exposição solar.

Rotina Noturna:

Usar um creme hidratante, idealmente com ácido hialurónico, pois mesmo as peles mistas e oleosas, necessitam de hidratação, para não ficarem desidratadas. Um que eu gosto muito e pode ser também usado como máscara 3x por semana é o Vichy Aqualia Thermal Spa Noite [28€, 75 mL] que é um gel creme super fresco. Para quem tem a pele oleosa, escolha um creme/gel não comedogénico. Tem por exemplo, o Endocare gel creme, que é fantástico e adequado a todos os tipos de pele. Não esquecer o contorno de olhos.

Semanalmente:

Fazer uma esfoliação suave, 1x por semana. De seguida, fazer uma máscara hidratante, pelo menos, durante 20 minutos ou até absorver totalmente. Ou então, apliquem um creme hidratante em camada espessa e deixem absorver.

Que cuidados a ter no Verão?

  • Suspender a depilação a laser e a fotodepilação. A pele fica sensibilizada e existe maior propensão a alergias solares e a manchas de hiperpigmentação.
  • Atenção aos medicamentos fotosensibilizantes. Contraceptivos orais, isotretinoína, alguns anti-depressivos, anti-inflamatórios, antibióticos são fotossensibilizantes. A isotretinoína tem indicação para ser suspensa no Verão, bem como a hidroquinona [despigmentante]. Quem toma contraceptivos orais e outros medicamentos fotossensibilizantes deve ter um especial cuidado com a exposição solar.
  • Quem tem a pele oleosa não se deve enganar pelo Sol. O facto da exposição solar melhorar o acne é algo transitório, pois seca as borbulhas. Mas o sol leva também um espessamento da camada córnea, o que favorece a obstrução dos poros e a formação de comedões, o que no Outono leva a que o acne reincida de forma mais severa. Portanto, exposição solar com moderação e sempre com proteção solar.